Juiz de Fora sedia a primeira Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira

Terminou na noite desta quarta-feira (23) em Juiz de Fora a primeira Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (CONIDE). O evento reuniu empresários, empreendedores, estudantes e instituições com diferentes visões sobre o desenvolvimento socioeconômico da região.

A programação incluiu painéis, palestras e sessões temáticas dos grupos de trabalho ligados ao Agronegócio, Comércio, Indústria, Serviços e Turismo. Os palestrantes foram escolhidos a partir da experiência de mercado e pela atuação acadêmica e pesquisa, para debater a inovação nos diversos setores e os impactos no mercado de trabalho e no desenvolvimento urbano. Oportunidade para empresários estabelecerem parcerias com pesquisadores, de forma a utilizar a inovação para o avanço dos negócios, além de indicar caminhos para a estruturação das cidades de forma mais inteligente, que aproxime o poder público do cidadão.

Uma das palestras mais concorridas foi a do ex-ministro Paulo Roberto Haddad, que foi Ministro da Fazenda durante a presidência de Itamar Franco. Na abertura da CONIDE ele chamou a atenção, principalmente dos jovens, para as características dos novos tempos que exigem pesquisas e inovações para fazer o desenvolvimento avançar. Sobre a crise econômica do Brasil, a pior em cem anos, revelou seu otimismo com o futuro.

Ontem, no encerramento da CONIDE uma das palestras mais concorridas foi a do Presidente do Grupo Bahamas. Jovino Campos contou a história do empreendimento, as dificuldades que enfrentou e as saídas encontradas para alavancar os negócios e se tornar uma das maiores redes de supermercados do Brasil atuando só em Minas Gerais.

Inovação e Desenvolvimento na Zona da Mata Mineira foi o tema do painel apresentado pelo professor Fernando Salgueiro Perobelli, economista e professor-associado da UFJF, e Rubens Amaral, gerente de Planejamento do BDMG – Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais. O painel “Startups e tecnologia” fechou o encontro.
Ação em Movimentos Artísticos de Santos Dumont

A Ação em Movimentos Artísticos de Santos Dumont (AMA-SD) foi tema de um trabalho apresentado na primeira Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (CONIDE) que aconteceu em Juiz de Fora nos dias 22 e 23 de agosto.

Iara Marques do Nascimento, Isaías de Araújo Canuto e Gicele Aparecida da Silva Brittes apresentaram em nome do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais – Campus Santos Dumont, o trabalho em que mostra os projetos desenvolvidos pela AMA-SD como cases que incluem a Terra do Pai da Aviação como exemplo de Cidade Criativa.

No trabalho intitulado “Gastronomia, música e literatura: identidades, cultura e desenvolvimento local” são citados os projetos da AMA-SD: Feira com Choro, LeiturAMA, Degusta Dumont, e a Mostra de Cinema, demonstrando também a relevante importância do Festival Cultural de Inverno, apontados como importantes iniciativas para o desenvolvimento turístico, cultural e econômico da cidade. E que ainda divulgam os produtos locais como queijos, doces, biscoitos caseiros, e a cerveja artesanal.

Os projetos e eventos desenvolvidos pela AMA-SD através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e patrocínio das empresas Dow e MRS são descritos no trabalho como de fundamental importância para inserir a cidade de Santos Dumont em uma rota de eventos culturais e atividades turísticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *