Estado terá concurso com mais de 2,4 mil vagas para a Policial Penal

Salário inicial é de R$ 4.631,25

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp), publicou, nesta quarta-feira (18/8), edital de concurso público para o provimento de cargos da carreira de Agente de Segurança Penitenciário/Policial Penal. Ao todo, há 2.420 vagas, sendo 1.944 destinadas ao público masculino e 476 ao público feminino. O certame será organizado pelo Instituto Nacional de Seleções e Concursos – Instituto Selecon e terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública.

O edital Sejusp nº 02/2021 está disponível no site da Sejusp e também no site da Selecon, contendo todas as informações detalhadas sobre o concurso. 
Para ingressar no cargo é requisito a conclusão do ensino médio ou curso profissionalizante de ensino médio ou, ainda, formação de nível superior, em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. 

O vencimento básico, referente ao nível inicial da carreira, corresponde a R$ 4.631,25 e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva, podendo ser desempenhada em regime de escala de plantão.

Estadual  

O concurso é estadual. Portanto, o candidato aprovado pode ser nomeado para qualquer uma das unidades prisionais do estado de Minas Gerais (clique aqui e confira a listagem das unidades), sendo que a escolha do local de lotação se dará no momento da posse, observada a ordem de classificação do candidato. 

No ato da inscrição o candidato poderá optar pelo local de realização da prova objetiva e da redação – primeira etapa do concurso –, que serão aplicadas em Barbacena, Belo Horizonte, Curvelo, Divinópolis, Ipatinga, Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia e Unaí. Não será admitida ao candidato a alteração do município de realização da prova após efetivação da inscrição.
Vale destacar que não é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação para a investidura no cargo e, também, que não há altura mínima e altura máxima para concorrer a uma das vagas.
 
Inscrições e prova objetiva


A aplicação da prova objetiva e de redação está prevista para o dia 16/1/2022. Esta é a primeira de seis etapas do certame. As inscrições para este concurso público serão realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico do Instituto Selecon, no período de 22/10/2021 a 21/11/2021. O valor da inscrição será de R$ 49,16, ficando estabelecida a reserva de vagas para pessoas com deficiência no percentual de 10% das vagas.

A prova objetiva terá 60 questões, distribuídas entre as disciplinas Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Informática, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal, Noções de Direitos Humanos e Participação Social e Legislação Especial. As questões serão compostas de quatro alternativas, valendo um ou dois pontos cada, de acordo com a disciplina, totalizando o máximo de cem pontos. Será eliminado deste concurso o candidato que não atingir o mínimo de 60% do total de pontos atribuídos nas provas objetivas de múltipla escolha e o mínimo de 40% em cada disciplina.

O resultado final do concurso público será aferido pela média aritmética simples do total de pontos obtidos na primeira etapa – prova objetiva e redação – e da sexta etapa – Curso de Formação Técnico-Profissional. Provas de títulos não fazem parte dos critérios de desempate entre os candidatos e não somam pontos à média final de pontuação do participante.

Clique aqui para mais informações.